Vigia de Nazaré - Pará - BR.

Vigia de Nazaré - Pará - BR.
400 Anos de fundação

sexta-feira, 3 de fevereiro de 2017

morte cerebral

Morre Marisa Letícia

A ex-primeira-dama e mulher do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, Marisa Letícia Lula da Silva, teve morte cerebral na última quinta-feira (2) por causa de um AVC (Acidente Vascular Cerebral) hemorrágico. Diante da situação “irreversível” os aparelhos foram desligados, ainda na quinta-feira.
A morte cerebral foi confirmada em dois exames: o primeiro, no início da manhã desta sexta-feira (3), e o segundo, por volta das 12h45, como estabelece o protocolo para oficialização desse tipo de óbito. O velório será realizado no Sindicato dos Metalúrgicos do ABC, em São Bernardo do Campo (ABC Paulista), cidade em que reside a família Lula.
Lula e sua família autorizaram o procedimento de doação de órgãos após constatação de "ausência de fluxo cerebral".
No fim da tarde, de hoje, o padre Júlio Lancelotti foi até o hospital fazer a extrema unção.
O velório, deve iniciar pela manhã de sábado, no Sindicato dos Metalúrgicos, em São Bernardo dos Campos (SP). A ex- primeira Dama será cremada no cemitério Jardim da Colina, no ABC paulista ainda pela tarde.
Marisa Letícia era hipertensa, fumava e não costumava se exercitar no ritmo indicado.

Doação - Às 15h30, equipes da OPO (Organização de Procura de Órgãos), ligada à Secretaria de Estado da Saúde, e do hospital Sírio Libanês avaliavam quais órgãos estão em condições de serem transplantados. Após esse procedimento, será verificado na lista única da Central de Transplantes brasileira quais os eventuais receptores aptos a receber os órgãos que possam ser doados. Para tanto, o coração deve parar sozinho ou passar o período de 24 horas desde a última sedação.