Vigia de Nazaré - Pará - BR.

Vigia de Nazaré - Pará - BR.
400 Anos de fundação

quarta-feira, 6 de julho de 2016

VIGIA DE NAZARÉ


Maravilhas, Encantos e Magia.

Localizada no nordeste paraense e banhada pelo Rio Guajará Miri, a cidade de Vigia ostenta as mais lindas paisagens da região do salgado. A rica vegetação e seus incomparáveis igarapés atrai muitos turistas, do Brasil e também do exterior. A população vigiense, em sua maioria, tem grande devoção a Nossa Senhora. Uma é a Nossa Senhora das Neves, considerada a padroeira dos vigienses, outra é a de Nazaré. Mas os católicos devotos de São Sebastião festejam o Santo, logo no início do ano (segunda quinzena de janeiro).
Aqui tem o círio mais antigo do Pará, o Círio de Nazaré, festejado no segundo domingo de setembro. Uma grande festa que atrai devotos de todos os lugares.
Além do religioso, muitas outras atividades acontece na cidade, como o carnaval, visto por todos, como o maior do Pará.
Vigia fica às margens da baia do marajó, e faz fronteira com os município do Santo Antonio do Tauá, São Caetano de Odivelas e Colares.
Outra forte referencia são as centenárias bandas de musicas e os grupos de carimbó integram a cena musical do Município.
As milhares de embarcações pesqueiras na orla marítima da cidade, retrata o forte comercio do pescado, vendido para população e exportado para fora do estado.
Os prédios antigos, já chamaram a atenção de cineastas que transformaram as estreitas ruas em set de filmagem, entre eles, a Igreja de pedra, uma capela do século XVIII, construção inacabada pelos jesuítas que permanece até hoje, uma grande parte do prédio original.

Confira aqui algumas fotos clicada pelas lentes de Tito Miranda.
  
Furo da Laura

Por do Sol

VIGIA DE NAZARÉ


Maravilhas, encantos e magia.

Localizada no nordeste paraense e banhada pelo Rio Guajará Miri, a cidade de Vigia ostenta as mais lindas paisagens da região do salgado. A rica vegetação e seus incomparáveis igarapés atrai muitos turistas, do Brasil e também do exterior. A população vigiense, em sua maioria, tem grande devoção a Nossa Senhora. Uma é a Nossa Senhora das Neves, considerada a padroeira dos vigienses, outra é a de Nazaré. Mas os católicos devotos de São Sebastião festejam o Santo, logo no início do ano (segunda quinzena de janeiro).
Aqui tem o círio mais antigo do Pará, o Círio de Nazaré, festejado no segundo domingo de setembro. Uma grande festa que atrai devotos de todos os lugares.
Além do religioso, muitas outras atividades acontece na cidade, como o carnaval, visto por todos, como o maior do Pará.
Vigia fica às margens da baia do marajó, e faz fronteira com os município do Santo Antonio do Tauá, São Caetano de Odivelas e Colares.
Outra forte referencia são as centenárias bandas de musicas e os grupos de carimbó integram a cena musical do Município.
As milhares de embarcações pesqueiras na orla marítima da cidade, retrata o forte comercio do pescado, vendido para população e exportado para fora do estado.
Os prédios antigos, já chamaram a atenção de cineastas que transformaram as estreitas ruas em set de filmagem, entre eles, a Igreja de pedra, uma capela do século XVIII, construção inacabada pelos jesuítas que permanece até hoje, uma grande parte do prédio original.

Confira aqui algumas fotos clicada pelas lentes de Tito Miranda.
  
Furo da Laura

Por do Sol

VIGIA DE NAZARÉ


Maravilhas, encantos e magia.

Localizada no nordeste paraense e banhada pelo Rio Guajará Miri, a cidade de Vigia ostenta as mais lindas paisagens da região do salgado. A rica vegetação e seus incomparáveis igarapés atrai muitos turistas, do Brasil e também do exterior. A população vigiense, em sua maioria, tem grande devoção a Nossa Senhora. Uma é a Nossa Senhora das Neves, considerada a padroeira dos vigienses, outra é a de Nazaré. Mas os católicos devotos de São Sebastião festejam o Santo, logo no início do ano (segunda quinzena de janeiro).
Aqui tem o círio mais antigo do Pará, o Círio de Nazaré, festejado no segundo domingo de setembro. Uma grande festa que atrai devotos de todos os lugares.
Além do religioso, muitas outras atividades acontece na cidade, como o carnaval, visto por todos, como o maior do Pará.
Vigia fica às margens da baia do marajó, e faz fronteira com os município do Santo Antonio do Tauá, São Caetano de Odivelas e Colares.
Outra forte referencia são as centenárias bandas de musicas e os grupos de carimbó integram a cena musical do Município.
As milhares de embarcações pesqueiras na orla marítima da cidade, retrata o forte comercio do pescado, vendido para população e exportado para fora do estado.
Os prédios antigos, já chamaram a atenção de cineastas que transformaram as estreitas ruas em set de filmagem, entre eles, a Igreja de pedra, uma capela do século XVIII, construção inacabada pelos jesuítas que permanece até hoje, uma grande parte do prédio original.

Confira aqui algumas fotos clicada pelas lentes de Tito Miranda.
  
Furo da Laura

Por do Sol