Vigia de Nazaré - Pará - BR.

Vigia de Nazaré - Pará - BR.
400 Anos de fundação

domingo, 27 de dezembro de 2015

CONTAGEM REGRESSIVA

Estamos contando os dias para o término de mais um ano, é que tanto se fez, pouco se viu e nada aconteceu. O ano de 2015 foi de altos e baixos, de alegrias e tristezas, decepção então! foram aos montes. O Brasil foi marcado pelos escândalos e pela corrupção... Enquanto nós brasileiros nos preocupemos em manter as contas de água, luz, telefone, cartão de créditos entre outras, em dias, para que nossos nomes não adormeçam no SPC ou Serasa, e assim sermos conhecidos por ter o nome “sujo”. Por outro lado, centenas de políticos e máster empresários escondem “seus” Milhões nos bancos estrangeiros, cuja riqueza oriunda dos impostos, superfaturamentos, propina, lavagem de dinheiro vem desviando a atenção da população com pedidos de cassação e muita discussão no planalto central do Brasil.
Os brasileiros perderam a confiança nos governantes. A política se tornou suja, de vez. É inaceitável a lambança que vemos todos os dias pelos noticiários no Distrito Federal, um mau exemplo para o resto do mundo, o Brasil cresce na popularidade da corrupção.  Como se não bastece os desastres ambientais causados por empresas multinacionais, que veem explorando nossos minérios, como também a extração ilegal da madeira, com mais frequência na Amazônia, há séculos.  Destruindo a fauna, a flora, e o mais importante, a vida humana. É o caso da barragem da mineradora Samarco que exporta ferro para outros países, devastando cidades e destruindo lares. Um verdadeiro “Tsunami de lama”.

Temos que acordar. Para as próximas eleições, vamos olhar com mais cuidados os candidatos, sua vida profissional, seus antecedentes e os propósitos que tem para e com o povo brasileiro. Diante de tudo isso, ficamos atendo na contagem regressiva para abrir as portas de um novo ano com uma cara nova de pessoas novas e uma vidada nova, sem ressentimentos, sem inveja e acima de tudo com Deus no coração. 

segunda-feira, 21 de dezembro de 2015

Gafe do ano

Uma gafe cometida pelo apresentador Steven Harvey, quando anunciou a finalista do concurso Miss Universo 2015, dizendo ser a Miss Colômbia Ariadna Gutiérrez que chegou a receber a coroa da Miss Universo das mãos de Paulina Veja, vencedora de 2014, porém minutos depois, o apresentador reparou o erro e pedindo desculpa, e voltou a anunciar que a filipina Pia Alonzo Wurtzbach como sendo a verdadeira vencedora do título. A brasileira Marthina Brandt, que chegou até a semifinal ficando entre as 15 melhores colocadas do concurso de beleza mais cobiçado do mundo.

sexta-feira, 18 de dezembro de 2015

CONTAGEM REGRESSIVA


Estamos contando os dias para o término de mais um ano, é que tanto se fez, pouco se viu e nada aconteceu. O ano de 2015 foi de altos e baixos, de alegrias e tristezas, decepção então! foram aos montes. O Brasil foi marcado pelos escândalos e pela corrupção... Enquanto nós brasileiros nos preocupemos em manter as contas de água, luz, telefone, cartão de créditos entre outras, em dias, para que nossos nomes não adormeçam no SPC ou Serasa, e assim sermos conhecidos por ter o nome “sujo”. Por outro lado, centenas de políticos e máster empresários escondem “seus” Milhões nos bancos estrangeiros, cuja riqueza oriunda dos impostos, superfaturamentos, propina, lavagem de dinheiro vem desviando a atenção da população com pedidos de cassação e muita discussão no planalto central do Brasil.
Os brasileiros perderam a confiança nos governantes e ex governantes. A política ficou suja de vez. É inaceitável a bagunça que vemos todos os dias pelos noticiários no Distrito Federal, um mau exemplo para o resto do mundo, o Brasil cresce na popularidade da corrupção.  Como se não bastece os desastres ambientais causados por empresas multinacionais, que veem explorando nossos minérios, como também a extração ilegal da madeira, com mais frequência na Amazônia, há séculos.  Destruindo a fauna, a flora, e o mais importante, a vida humana. É o caso da barragem da mineradora Samarco que exporta ferro para outros países, devastando cidades e destruindo lares. Um verdadeiro “Tsunami de lama”.

Temos que acordar. Para as próximas eleições, vamos olhar com mais cuidados os candidatos, sua vida profissional, seus antecedentes e os propósitos que tem para e com o povo brasileiro. Diante de tudo isso, ficamos atendo na contagem regressiva para abrir as portas de um novo ano com uma cara nova de pessoas novas e uma vidada nova, sem ressentimentos, sem inveja e acima de tudo com Deus no coração.