Vigia de Nazaré - Pará - BR.

Vigia de Nazaré - Pará - BR.
400 Anos de fundação

segunda-feira, 23 de novembro de 2015

O MÚSICO

O que seria do mundo se não houvesse a música? – No mínimo, nossos dias passariam muito rápidos. Acho que a música pulsa a cada segundo em nossas vidas!
Nada como uma boa música para esquecermos os problemas, para nos divertir, emocionar ou relaxar, não é isso? Então coloco aquele CD clássico da boa sonata de Mozart. Calma! No meu caso, respeito todas as preferencias.
E eu ouço um balé de Stravinsky, também para me emocionar. A música é para as nossas ocasiões, para suprir as nossas necessidades emocionais. Seja de tristeza  ou alegre, de êxtase ou aflição.
Sim! O que faríamos sem ela? A música é alma, sentimento, paixão e emoção. Já imaginou o  mundo sem o som da música. Pois a música é a cura da alma, em momentos difíceis da vida. Resgata lembranças há muito tempo esquecidas. Transporta-nos para outras épocas.
Outra coisa importante sobre este assunto é as diferenças de cada artista com seu ofício. Note que o cantor pode apenas interpretar a musica, não necessariamente compô-la, já o músico vai mais além, ele cria as cifras musicais em claves de sol, entre outras. Conhece os si bemóis, os fás sustenidos, as colcheias e semicolcheias e etc. músico estuda música, notas, acordes, partituras, melodia, harmonia, e outras coisas. O músico faz música, pode também ensinar música, enfim, um cantor pode até ter um conhecimento musical teórico, prático, que seja, e não chegar a ser um músico. Exemplo disso, cantora: Simony; músico: Tom Jobim.
Aos imortais músicos contemporâneos: Ludwig van Beethoven, Wolfgang Amadeus Mozart, Antônio Vivaldi, Johann Sebastian Bach, Frédéric Chopin, Johann Strauss, Franz Schubert, entre outros. Nossos brasileiros: Chico Buarque de Holanda, Vinicius de Moraes, Tom Jobim, João Gilberto, Caetano Veloso, Djavan, Roberto Carlos, Noel Rosa, Cartola, Dorival Caymmi, Luíz Gonzaga, Maria Bethânia, Renato Russo, Cazuza, Ary Barroso, Raul Seixas, Paulinho da Viola, Nelson Gonçalves, Hermeto Pascoal, Ney Matogrosso, Carmem Miranda e muitos outros mais.

No dia 22 de novembro. Feliz Dia do Músico! 

Ilustração do texto, com a foto da banda de São Caetano de Odivelas -PA.


quinta-feira, 19 de novembro de 2015

Os Direitos

Os que criticam o pagamento dos Direitos Trabalhistas aos Empregados Domésticos são os mesmos que viajam e fazem compras no exterior, cultuam álcool, tabaco e drogas para se realizarem. Frequentam restaurantes com requinte de majestade, casas noturnas da alta sociedade, academias de ginastica, salão de beleza. Além de comprar roupas de grife, possuem automóveis de luxo gastando gasolina, como se fosse água.
Adoram o poder e não sabem que são perdidos e vazios de humildade, vagam no deserto da sua tristeza existencial. Cheios de arrogância pagam por ajuda para serem escutados e analisados por insuficiência nata, reconhecendo a incapacidade e infelicidade na convivência harmônica com os demais indivíduos.
Seu grupo se classifica através de diplomas, salários, títulos de distinção e posses. Manipulados, vivem para adorar o dinheiro e mesmo que sofram, sentem dependência deste paradoxo. Não praticam o Cristianismo e odeiam Francisco de Assis, Madre Tereza de Calcutá e Deuteronômio. Mas recorrem a divindades para pedir ajuda e proteção em causa própria.
Servos do sistema capitalistas e zumbis que vagam sem causa nobre. Seus melhores amigos são da mesma panelinha. A depressão e a voz do suicídio os seguem, como sombra, igual a quem tem pesadelo estando acordado. O maior medo é sofrer humilhação, ser explorado, oprimido, e deixar-se calar e ser julgado por um humilde. Prefere ser o dono da verdade.
A nova Lei dos empregados e empregadas domésticos é uma realidade e deve ser cumprida. Os direitos trabalhistas vêm valorizar uma classe que há séculos era humilhada, explorada, e por que não dizer, escravizada. Direitos todos têm e dever ser para todos, não importa a classe. Afinal, somos todos iguais perante a Lei. E viva a vida!

Alex Levi F. de Souza.

domingo, 15 de novembro de 2015

SANTUÁRIO

Caminhada do Santuário transformando famílias. - Todos os anos fazemos esta caminhada com o proposito de transformar as famílias. Para que pessoas saiam das drogas, vícios, explica o pastor Genival.
Passamos o ano todo orando pedindo a Deus que transforme as famílias. Então final do ano nos preparamos uma oferta, o nosso trabalho e entregamos no Santuário, como se vazia no passado, o povo de Deus, os profetas. Nós subimos no Santuário para ofertar as famílias, como o povo de Israel caminha vários quilômetros em sacrificar ao deus de Israel, a gente serve esse Deus, a gente caminha. Caminhamos de Belém, caminhamos de Tauá. E todos os anos a gente faz isso, no mês de novembro para dezembro, conluio.

Aproximadamente 100 pessoas formava um grupo de cristãos, entre homens, mulheres e crianças. Fizeram na tarde de domingo (15/11). São 18 quilômetros de caminhada, de Santo Antônio do Tauá até a cidade de Santa Izabel do Pará. Parabéns a todas essas pessoas que se sacrificam para levar a palavra de Deus a muitos lares que estão precisando, que Deus lhes dê sempre forças e saúde para continuar este belo gesto de amor à Cristo.

segunda-feira, 9 de novembro de 2015

PARADA DE S. CAETANO


Parada gay se refere a uma série de ações afirmativas dos homossexuais ao redor do mundo, visam combater o sentimento de vergonha sentido por muitos homossexuais, ou mesmo por grupos que afirmam que tal comportamento sexual é vergonhoso. Não é parada ou desfile, propriamente. É um passeio e grande aglomeração comemorativa e festiva dos GLBTs (gays, lésbicas, bissexuais e transgêneros), com vista a aumentar sua exposição ou visibilidade e a demonstrar o ânimo para defenderem seus direitos.
A Parada dos odivelenses vem pegando força a cada ano que passa. Um dos motivos para tanto sucesso, é o apoio da sociedade, que vem às ruas ver e participar deste evento. As famílias os jovens, crianças, casais, em fim... Todos juntinhos e misturados com um só objetivo: brincar e se divertir com respeito e sabiamente.
Mas, não é só a comunidade Gay de São Caetano que movimenta este dia. Homossexuais e também, simpatizantes de cidades vizinhas vêm compartilhar, e o resultado é só diversão.

Parabéns para o organizador Alexandre, que mesmo com todas as dificuldades encontradas, não mede esforços para a realização desse evento.
Estive prestigiando e registrei alguns momentos, confira na fotos.